Zona

sábado, julho 05, 2014 Ariadne 0 Comments

Para aqueles mais atentos às notícias matinais, nomeadamente as da RTP, já devem ter reparado que a doença do momento é a Zona. Esta doença tem sido muito falada nos últimos tempos, porque surgiu uma vacina que previne o aparecimento desta doença e que foi incluída no Plano Nacional de Vacinação do Reino Unido, mas em Portugal não (ver notícia aqui).
Para os mais interessados, aqui vão os factos gerais sobre esta doença.

A Zona é uma doença provocada pela reativação do vírus da varicela; após a varicela, normalmente na infância, o vírus não é eliminado do organismo, permanecendo adormecido, podendo ser reativado a qualquer momentoi, provocando Zona. Como 95% da população adulta teve varicela, está em risco de desenvolver a doença. Esta não é uma doença contagiosa.

A Zona caracteriza-se por uma erupção cutânea acompanhada de dor intensa, habitualmente apenas num dos lados do corpo, que ocorre com maior frequência em indivíduos com mais de 50 anos. O risco de um episódio de Zona mais do que duplica a partir desta idade devido ao enfraquecimento natural do sistema imunitário, associado ao processo de envelhecimento.
 
 
Os sintomas da Zona podem variar entre ligeiros a muito graves. É difícil prever qual vai ser a gravidade de um episódio de Zona. Normalmente surge uma erupção cutânea unilateral (só de um lado), frequentemente na zona torácica, cabeça e pescoço ou na região do olho. A erupção cutânea evolui para bolhas dolorosas, que formam crostas e cicatrizam ao fim de algumas semanas.
O grande problema desta doença é que ela não consiste apenas numa erupção cutânea. A maioria dos doentes sente na área afetada uma dor intensa ou ardor que pode ser constante ou intermitente. Por vezes, estímulos habitualmente não dolorosos, como o toque da roupa ou a brisa de vento na pele odem provocar dor intensa, podendo nos piores casos ser mesmo insuportável. Esta dor afeta negativamente a qualidade de vida dos doentes.

Na fase aguda da Zona a dor está presente, em média, 2 a 4 semanas. Geralmente, a dor da Zona desaparece com a cicatrização da erupção. Contudo, alguns doentes desenvolvem uma dor crónica.
Um episódio de Zona não pode ser "curado" e os medicamentos para esta doença têm como prioridade máxima o controlo da dor.
Esta doença tem sido muito falada ultimamente na comunicação social devido à aprovação de uma vacina que previne o aparecimento de Zona; como é uma doença extremamente debilitante devido às dores que provoca, torna-se importante prevenir o seu aparecimento. A questão mais abordada nos media é a introdução da vacina no mercado português: ver notícia aqui.

A vacina está disponível nas Farmácias, para a vacinação de adultos a partir dos 50 anos, numa única administração, mediante prescrição médica. Não é comparticipada e custa por volta de 145€. Prevenir uma doença sai caro! A vacina é recente no mercado português e o Estado não deve quer gastar dinheiro com este medicamento.

0 comentários :

Partilhem a vossa história comigo. Todos os comentários serão respondidos nesta página, por isso toca de selecionar a opção "Notificar-me" no cantinho direito ;)