Fadiga & cansaço

segunda-feira, novembro 17, 2014 Ariadne 2 Comments

Nas últimas semanas tenho sentido um cansaço do outro mundo. O pior é que não se justifica, na minha opinião. Está bem que o horário de trabalho não é o melhor, mas não entro nem muito cedo, nem saio muito tarde, há dias que não há assim tanto serviço para o cansaço que sinto ao final do dia, durmo bem e boas horas (claro que há dias melhores do que os outros), e fiz análises e está tudo certo. A alimentação também não é má. Por isso, nada justifica o cansaço que sinto ao final do dia; até o D* não acha normal.
Na minha humilde opinião, isto é falta de duas coisas: exercício físico e arranjar uns óculos; muitas vezes o cansaço está muito concentrado na área ocular.
Ora, como não dá para ir ao oftalmologista e tenho preguiça para fazer muito exercício, escolhi tomar um suplemento alimentar.
Fiz várias pesquisas e o que me foi revelado é que o magnésio é uma boa escolha para combater o cansaço físico e mental. 
Adicionalmente, existem suplementos indicados para a falta de energia. Eis alguns exemplos (clique em cima do nome para mais informações): Qi Energy +; Qi Power; Qi Energy; Cerebrum Forte; Cerebrum Forte Shot; Memovital Energy; ArkoReal + Energia; entre muitos, muitos outros. Estes são aqueles que eu acredito que façam mesmo efeito.

No entanto, eu não quis nenhum destes suplementos. Ia comprar um suplemento à base de magnésio, com mais algumas vitaminas. O magnésio intervém numa série de reações no nosso organismo, contribuindo para a redução da fadiga e do cansaço (físico, mas também mental), e para o aumento da produção de energia pelo organismo.
Também aqui existem várias escolhas: Magnesium-OK, Magnesium da FDC, Magnetrans.

Estava prestes a comprar o Magnesium-OK quando me lembrei de uma formação à qual tinha ido há uns meses. Nesta formação era apresentado um produto da BioActivo, da PharmaNord, que tinha uma dosagem superior de uma molécula que já era utilizada para combater a falta de energia, mas também tinha vantagens significativas no combate a doenças cardíacas. O foco da apresentação foi no mecanismo de ação desta molécula e de como ela atua no coração, mas também se falou das suas propriedades no mecanismo de produção de energia pelo organismo. Vou usar um ou outro termo técnico, mas prometo tornar isto muito simples.

Penso que a maior parte de vós sabe que o nosso organismo é composto por milhões de biliões de células. Uma célula é uma pequena estrutura com diferentes funções, consoante a sua localização, mas as células têm algo em comum: um mecanismo de produção de energia e algo chamado a moeda de energia das células - ATP. O ATP é produzido nas mitocôndrias, pequenas estruturas localizadas dentro das células. Para o ATP ser produzido, é necessário que sejam fornecidos certos compostos para a "fábrica" trabalhar bem e produzir muito. Este tipo de energia não é igual àquela fornecida pelo café. É a energia que nos faz mexer, faz os órgãos trabalhar, que nos faz viver. O café dá um pico temporário de energia extra, que depois se esgota. Para a produção de ATP, a energia da vida, são necessários vários compostos, sendo um deles a coenzima Q10. Se este componente não estiver presente, ou estiver presente em baixas quantidades, a produção de energia não é tão eficiente.


O que é que a PharmaNord fez? Otimizaram uma forma de o organismo receber uma dose extra de coenzima Q10, para aumentar a saúde do coração e para aumentar a produção de energia a longo prazo. Ao contrário do café que dá um pico energético temporário, a Q10 vai fazer com que o organismo produza mais energia, e tenha mais energia com o passar do tempo. O efeito não é imediato, porque é necessário tempo para o organismo ter um novo fornecimento de energia.
O produto chama-se BioActivo Q10 Forte. Para mais informações, consultem o site da marca aqui.

O que a marca promete: "Restabelece a vitalidade da juventude. O Q10 repõe os níveis energéticos combatendo a fadiga e o cansaço físico."
Modo de tomar: 1 comprimido por dia, à refeição, acompanhado de água.
A minha opinião: estou a tomar há mais de uma semana. Ao fim de uns dois, três dias já sentia uma redução no cansaço ao final do dia que costumava sentir, com a carga de trabalho igual. Ainda me sinto um pouco cansada, mas sinto diferenças, a sério que sim. Estou mesmo contente por ter comprado este suplemento. Não me sinto capaz de escalar uma montanha, porque, convenhamos, é preciso preparação física para tal (heheh), mas ao final do dia já não estou em farrapos.

2 comentários :

  1. Quando estudava, principalmente na altura dos exames, tomava sempre um suplemento que era fosfoglutina, centrum ou memorium mas, este último, não me deixava dormir :p

    As melhoras. Espero que esse cansaço dê tréguas ;)

    ResponderEliminar
  2. R: Não aconteceu nada de mal para deixar de gostar do meu aniversário, mas senti que o tempo estava a passar depressa demais e que provavelmente não estaria a aproveitar a vida da melhor maneira. Até chorava neste dia. Era cá um filme que não imaginas! Agora estou a tentar andar bem para não deixar as pessoas que gostam de mim, principalmente, os meus pais, tristes com a minha atitude.

    Eu vou festejar hoje com a família. Apenas um lanche tardio, porque saio tard do trabalho, e no fim de semana estou com as minhas amigas mais próximas e mais nada :).

    Obrigada :). Não sobrou pedaço do bolo, era grande mas foi todo ;). Temos de negociar então eheh

    ResponderEliminar

Partilhem a vossa história comigo. Todos os comentários serão respondidos nesta página, por isso toca de selecionar a opção "Notificar-me" no cantinho direito ;)