A bata branca

segunda-feira, fevereiro 02, 2015 Ariadne 3 Comments


Ora, já me tinham perguntado porque é que se usa bata branca na farmácia e porque é que não vai cada um com a roupa que quer. 


Para mim, não faz sentido cada um ir com a sua roupa pessoal (apesar de estar estar por baixo) porque, infelizmente, as pessoas ligam muito ao aspeto de que as está a atender. Se o meu colega tiver uma roupa melhor que a mim, ou eu estiver melhor arranjada do que ele, as pessoas acham que um é mais inteligente ou melhor profissional que o outro. Infelizmente eu acredito que isto funciona assim, especialmente com os velhotes. A bata é uma forma de retirar o aspeto de diferenciação. 
Agora, o porquê de uma bata branca e não um fato igual para todos? Aí entra algo que é o Síndrome da Bata Branca - SBB. O SBB tem grande influência no Português; o Português acha que quem usa bata branca tem uma profissão de grande respeito e sabe muito. O Português reverencia os médicos, acha que a bata branca dá estatuto, que os investigadores são ratos de laboratório muito inteligentes e bem renunerados. O SBB também tem um lado negativo: muitas pessoas ficam genuinamente nervosas perante um médico, radiologista, farmacêutico, porque a bata branca está ligada à saúde e traz muitas vezes más notícias. 
Na farmácia, a bata branca retira a distinção física de cada um, são todos iguais; ba medicina e nos laboratórios, a bata branca serve como proteção contra microorganismos, contra líquidos/pós/vapores perigosos para a saúde. Eu sou completamente contra o "passear a bata"; isto acontece quando a pessoa saí do seu serviço para ir comer, apanhar ar, fumar, ir à mercearia, ao café, com a bata vestida. Muitos fazem-no de forma consciente porque estão a dar de sua graça, fica bem, dá estatuto, "olhem para mim, tenho uma bata branca, sou super importante". Para mim é simplesmente estúpido, especialmente os médicos! Entram em contato com imensas pessoas, doentes ou não, e andam a espalhar os microorganismos de ambiente em ambiente, de pessoa saudável para pessoa doente, entre pessoas doentes. No Reino Unido é proibido sair com a bata do serviço onde está! Trocam de batas entre serviços e a bata não vao para a rua; entrar numa cafetaria de bata vestida é impensável e assim é que está bem. Mas para o Português não, o Português gosta de se pavonear. 
Para mim, a bata branca como uniforme faz sentido, mas também serviria um fato idêntico para todos os membros da farmácia.

INSTAGRAM     |     BLOGLOVIN

3 comentários :

  1. Concordo contigo: no último local onde trabalhei achava ridículo haver investigadores a irem ao bar de bata quando antes tinham estado a trabalhar com...bactérias. E quando trabalhei no Hospital, não só me custava ver os médicos com a bata no café, como ainda por cima levavam o estetoscópio e eu só imaginava que aquele instrumento que por ali andava a tocar em tudo e a ser pousado em todo o lado, ia ser encostado à pele de uma criança ou de um idoso com menos defesas. Para quê?

    Mas eu sofro do Síndrome da Bata Branca, mesmo que eu própria tenha de usar uma para trabalhar. Mas não gosto de médicos. :)

    ResponderEliminar
  2. Por acaso nunca tinha pensado nisso mas a verdade é que os farmacêuticos, à primeira vista, não precisariam de usar a bata branca!
    Gostei de ler a tua opinião sobre este tema!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Antes de mais muito obrigada por todos os teus comentario!! Os teus comentários colocam-me sempre um sorriso :)
    Em relação ao que escreveste, nunca pensei muito disso mas tens um bom ponto de vista

    http://mainstreamfiction-blog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Partilhem a vossa história comigo. Todos os comentários serão respondidos nesta página, por isso toca de selecionar a opção "Notificar-me" no cantinho direito ;)