Lida doméstica

quarta-feira, julho 22, 2015 Ariadne 3 Comments

Nos primeiros tempos sentia que tinha muito a provar em relação à lida da casa; como vivia com a minha mãe, sabia que muita gente me achava incapaz de manter uma casa arrumada e organizada. Então, fazia questão de estar sempre a arrumar ou limpar qualquer coisa. E então fez-se luz: ou tens uma casa sempre limpa ou tens uma vida.
A não ser que eu queira ser uma escrava doméstica e ter sempre a casa um brinco, é impossível descansar e desfrutar do pouco tempo livre que tenho e estar a limpar ao mesmo tempo. Por isso, cheguei a pazes comigo mesma e deixei de sentir que tenho algo a provar, e mantenho uma casa arrumada e habitável sem estar sempre a preocupar-me em limpar e limpar e arrumar e tenho isto para fazer e aquilo. Caso contrário, não faria outra coisa que não cozinhar, limpar, trabalhar. Haja paciência.
Há um dia para limpar, um dia para a roupa e está feito.

3 comentários :

  1. ORa nem mais!
    Tem de ser assim, se não não desfrutas nada :)

    ResponderEliminar
  2. Parece-me uma decisão equilibrada!
    Beijinho*

    ResponderEliminar

Partilhem a vossa história comigo. Todos os comentários serão respondidos nesta página, por isso toca de selecionar a opção "Notificar-me" no cantinho direito ;)