Organizar o armário dos medicamentos

sexta-feira, agosto 28, 2015 Ariadne 0 Comments

Tosse, dor de cabeça, arrepios e outros sintomas de doenças comuns podem fazer-nos sentir mal no nosso dia-a-dia. Por norma preparamo-nos para combater estes males menores através da utilização de medicamentos não sujeitos a receita médica.
Bastam alguns minutos para verificar se o armário dos medicamentos está pronto para ser utilizado na gestão da nossa saúde.

O armário de medicamentos e Primeiros Socorros
Pensos rápidos, compressas, adesivos e ligaduras
Soro fisiológico em unidose (mantém-se a qualidade do soro e aumenta o seu tempo de vida)
Desinfetante líquido e/ou em creme
Analgésico ou anti-inflamatório oral para aliviar a dor e baixar a febre
Pomada analgésica e anti-inflamatória
Pomada para hematomas ("nódoas negras")
Creme cicatrizante
Anti-alérgico oral e para a pele
Anti-diarreico
Laxante (apenas para SOS)

No meu armário está também um relaxante muscular e um anti-inflamatório muscular (tópico e oral), medicamentos para as constipações (orais, spray nasal, tosse, garganta), um calmante (já está quase fora da validade, pois tinha-o dos tempos do esgotamento e nunca mais usei, mas ficou para SOS), e medicamentos para a azia/enfartamento.

Conservem sempre os medicamentos em local seco e fresco, fora do alcance das crianças (não basta estar escondido; elas descobre tudo), e verifiquem regularmente os prazos de validade.
Nunca deitem fora as embalagens e os folhetos informativos e guardem-nos sempre junto com o medicamento.
Não deitem no lixo ou através dos esgotos as embalagens e os medicamentos fora de prazo ou que já não utilizam. Entreguem-nos nas farmácias, pois estas mandam-nos para empresas que procedem à sua destruição.

Em caso de dúvida, consultem o médico ou aqui a vossa Ariadne Farmacêutica.

0 comentários :

Partilhem a vossa história comigo. Todos os comentários serão respondidos nesta página, por isso toca de selecionar a opção "Notificar-me" no cantinho direito ;)