Cusquice alheia

sábado, setembro 19, 2015 Ariadne 2 Comments

Pode-se saber muito acerca das outras pessoas através da medicação que elas tomam. Por esta razão, eu não gosto de comprar nada na farmácia onde trabalho; não gosto que estejam a par da medicação que levo, seja para mim ou não. Este sentimento é ainda mais profundo desde o dia em que levei algo tão simples como compressas e adesivo e pedi a certa colega para fazer o registo; começou logo a perguntar se era para mim e para quê, se tinha algum corte ou assim. Ora, na mente dela até podiam ser perguntas inofensivas, mas o tom em que as colocou fez com que me parecesse uma invasão de privacidade. Dias depois levei umas lâminas de bisturi (tenho um calo e no centro de saúde ensinaram-me a removê-lo sozinha) e claro que pedi a outra colega para fazer o registo, só que essa outra colega estava lá e veio logo perguntar se eram para mim; oh por favor, deixa de ser tão coscuvilheira, não te fica bem! Não gosto que façam certas perguntas, considero invasão de privacidade; deixem-se ser picuinhas nisto!
Penso que eu, e a maior parte das pessoas pensamos da seguinte forma: se quisermos contar algo, nós contamos; se não quisermos, não se metam!

2 comentários :

  1. Eu sou o tipo de pessoa que não gosta de ir sempre ao mesmo supermercado pequeno pois não gosto que a pessoa que está sempre na caixa saiba o que compro todas as semanas e analise assim a minha vida, e essa é uma das razões pelas quais opto sempre por hipermercados grandes. Da mesma forma que raramente vou à mesma farmácia por causa disso. :) Não que haja grande coisa a analisar pelas compras farmacêuticas: anti-histamínicos, zovirax, lisaspin e a pílula. Ou neste momento, ácido fólico e ferro. Não devo dar grande análise aos farmacêuticos. =P
    Mas concordo contigo: a tua colega estava a ser incrivelmente curiosa e até inconveniente. É como uma conhecida que eu encontrava por diversas vezes num hipermercado e que era incapaz de trocar dois dedos de conversa comigo sem olhar descaradamente para o que eu levava no carrinho, vendo tudo o que eu estava a comprar. Rrrr.....

    ResponderEliminar
  2. Entendo o teu sentimento, mas acho que as perguntas não terão sido feitas por mal... Talvez tenha sido apenas por preocupação. E a verdade é que há pessoas que até querem contar algo mas não tomam a iniciativa, por isso, uma pergunta no caso delas resulta bem!
    Beijinho*

    ResponderEliminar

Partilhem a vossa história comigo. Todos os comentários serão respondidos nesta página, por isso toca de selecionar a opção "Notificar-me" no cantinho direito ;)