Vamos falar sobre Vitamina D

segunda-feira, janeiro 04, 2016 Ariadne 1 Comments

Quem não se lembra de, nos tempos de escola, falar da vitamina D, que podia ser encontrada no leite e síntetizada pela pele através da luz solar, e que fazia muito bem aos ossos, para ficarem mais fortes e saudáveis?

Pois é, a vitamina D é de facto muito importante na saúde óssea. Muitos medicamentos para o tratamento da osteoporose contêm uma forma da vitamina D para ajudar a travar a doença. A osteoporose é, sem dúvida, uma doença muito conhecida; caracteriza-se, principalmente, pelo aumento da porosidade dos ossos, o que resulta na formação de espaços ocos dentro os mesmos, levando a fraturas. 

A vitamina D desempenha funções ao nível da imunidade, reprodução, secreção de insulina e diferenciação dos queratócitos (células que integram a epiderme, uma das camadas da pele). A principal fonte de vitamina D, como já referi, é a radiação ultravioleta recebida através da exposição solar; no entanto, também tem como fontes alimentares o creme vegetal, a gema de ovo, as natas e, lá está, o leite.

O risco de carência de vitamina D pode ocorrer em indivíduos que estão expostos o suficiente à radiação solar, ou cuja capacidade de conversão da vitamina D está reduzida, como é o caso de indivíduos de pele escura, que contêm níveis elevados de melanina (pigmento), em idosos, ou em indivíduos cujas necessidades de vitamina D se encontram elevadas, como é o caso das crianças ou durante a gravidez. Os sintomas de deficiência são: malformações ósseas, fraqueza e sudorese excessiva (muito suor).

Agora vem o seguinte pensamento: o nosso país, comparando com outros países europeus, tem uma percentagem de dias solarengos muito elevada, o que faz com que quinze minutos diários de exposição solar sejam suficientes para produzir a dose de vitamina D que o nosso organismo necessita. Isto não é necessariamente mentira, só que não é verdade em todos os casos. Em pessoas que têm deficiência de vitamina D, ou que têm (princípios de) osteoporose, ou que vivem em regiões em que a maior parte do tempo não há exposição solar direta, a toma de vitamina D é aconselhada.
Que toma é esta, ou melhor, que medicamentos contêm vitamina D? Os medicamentos para tratamento da osteoporose contêm uma forma da vitamina D, mas estes são medicamentos sujeitos a receita médica. No entanto, nada impede estes doentes (a não ser por restrição médica!) a tomar uma suplementação extra de vitamina D. Os suplementos de vitamina D também são indicados para quem passa muito tempo em países com pouca exposição solar, como países nórdicos, ou mesmo as regiões transmontanas do nosso país, e até mesmo para aquelas pessoas que passam muito tempo dentro de edifícios fechados. 

E é aqui que entra o BioActivo Vitamina D. Este suplemento contém vitamina D sob a forma de colecalciferol (vitamina D3) dissolvida em azeite. 2 cápsulas de BioActivo Vitamina D fornecem 76% da dose diária recomendada para elevar os níveis plasmáticos de vitamina D, em pessoas com deficiência. 
Os vegetarianos, pessoas residentes em lares, idosos acima dos 70 anos e pessoas que andem sempre muito cobertas de roupa (para além dos casos acima descritos), beneficiariam muito da toma de BioActivo Vitamina D.

Contra-indicações 
Se sofre de hipercalcémica ou hipervitaminose D, não deve tomar BioActivo Vitamina D. Não é recomendado a crianças com idade inferior a 12 anos.

1 comentário :

Partilhem a vossa história comigo. Todos os comentários serão respondidos nesta página, por isso toca de selecionar a opção "Notificar-me" no cantinho direito ;)