Stressar com o tempo livre

sexta-feira, março 04, 2016 Ariadne 2 Comments

Sim, leram bem. Para adicionar mais um pouco de stress à minha vida, eu stresso quando estou de folga ou férias; stresso a pensar se estou a aproveitar o tempo livre da melhor forma, stresso por não adiantar serviço em casa, stresso por não aproveitar o tempo para aprender novas coisas, stresso por não sair de casa mais vezes, stresso por não praticar exercício, stresso por ser preguiçosa e ficar no sofá. As minhas listas de coisas para fazer nas folgas são sempre infinitas, porque imenso fica por fazer. Enfim, quantas não são as vezes que as folgas acabam e não me sinto descansada.


Soluções: parar de pensar. Óbvio não é?!.... Sim, pois, como se fosse assim tão simples. Na realidade é, a minha cabeça é que não deixa. 
Tenho uma série de soluções na cabeça, falta-me implementá-las.
Não passar tanto tempo na internet
Não ir todos os dias a websites que nada acrescentam
Escolher um dia por semana para meter a leitura de blogues em dia, em vez de ir todos os dias
Da mesma forma, escolher um dia para ver vídeos no Youtube, e não ver vídeos que não me despertam interesse, só como forma de passar o tempo
Dedicar uma manhã para tarefas
Dedicar duas ou três horas por folga para aprendizagem
Dedicar duas horas/semana para exercício
Passar parte do tempo online a ler websites informativos
Fazer uma lista de séries que gosto mesmo de ver e colocá-las em dia (o mesmo com filmes)
Ler mais
Parar de sentir que existo a contra-relógio, e que tudo tem de ser feito até uma certa hora, ou altura

Este último tópico resume muito a minha existência. Parece que dentro de mim existe um relógio, e que tenho de ter uma série de coisas feitas até uma certa altura da vida. Claro que isto tira muitos bons momentos, e causa muitos cabelos brancos. Daí que stress quando, por pura preguiça, não faça coisas que disse que ia fazer na folga, e a maior parte das folgas são momentos de desperdício, porque nem descansei, nem fui produtiva.
Vou fazer uma lista; aliás, várias listas (já deu para perceber que eu adoro fazer listas?). Listas de séries e filmes, listas de coisas que quero aprender, listas de atividades que gosto de fazer, listas de tarefas que têm de ser sempre feitas, listas, listas, listas. Não vou colocar sentimentos de culpa por não cumprir num determinado tempo os diversos itens das várias listas, mas é para ter uma noção de onde ando a perder tempo.

Vocês alguma vez sentiram isto? Ou é só aqui a tola?


2 comentários :

  1. E se decidires simplesmente "na próxima folga vou "não fazer nada" "? :) Eu tinha dias assim quando trabalhava. Planeava mesmo fins-de-semana dedicados ao ócio, à nobre arte de não fazer nada, porque sentia que o corpo e a cabeça precisavam. E quando o fim-de-semana terminava, sentia que tinha alcançado o objectivo proposto. :)

    ResponderEliminar
  2. Identifico-me plenamente. Às vezes temos tanto para fazer e perdemos tempo em coisas que em nada nos acrescenta. E pior: stressamos muito!

    ResponderEliminar

Partilhem a vossa história comigo. Todos os comentários serão respondidos nesta página, por isso toca de selecionar a opção "Notificar-me" no cantinho direito ;)